16 de março de 2020 | Atualização 20-03-2020

A saúde, a segurança e o bem-estar das famílias, clientes e funcionários são sempre a nossa maior prioridade. Como as preocupações do COVID-19 aumentam em todo o mundo, queremos garantir ao público que, desde o início do COVID-19, entramos em contato com todas as entidades responsáveis no nosso setor, falamos com especialistas de saúde pública, Municípios, Freguesias e algumas entidades de outros Países, para garantir que estamos cientes e alinhados com as orientações sobre as melhores práticas.

Até o momento, não há casos conhecidos em Portugal que esse vírus tenha sido transmitido de uma pessoa para outra num funeral ou através de um falecido, mas isso já se verificou noutros Países o que aumentou e acelerou a nossa diligência em relação ao COVID-19.

Assim certos de que estamos a agir para o bem de todos e a cumprir o nosso dever enquanto profissionais e cidadãos, apelando e agradecendo desde já à consciencialização e compreensão de todos para que juntos possamos minimizar os efeitos colaterais do COVID-19, informamos o seguinte:

Adotámos medidas excecionais adicionais para esta situação tais como:
  • Desinfetar diariamente as nossas instalações e viaturas usando produtos de grau de saúde aprovados pela indústria criados especificamente para eliminar o COVID-19;
  • Além da limpeza e desinfeção padrão, tomamos medidas adicionais para aumentar a desinfeção de todas as superfícies e inclusive do nosso próprio vestuário;
  • Utilizamos os mesmos dentro das urnas a fim de garantir a sua total desinfeção;
  • Estes produtos têm uma eficiência de remoção de vírus e bactérias superior a 99,5%;
  • Nos velórios apenas aconselhamos a permanência dos familiares diretos, no máximo de 8 em simultâneo dentro das salas e separados por uma distância de segurança de 1 a 2 metros, caso isto não seja possível, dever-se-á diminuir o número de pessoas dentro das mesmas;
  • A não utilização de aparelhos de ar condicionado sobre quaisquer circunstâncias;
  • A não utilização de quaisquer tipo de equipamento de distribuição de bebidas ou alimentares, pois são um potencial meio de transmissão na sua utilização;
  • Manter sempre as janelas e portas das salas de velório abertas e arejadas;
  • Quem se dirija ao local do velório, deve apresentar as suas condolências no exterior das salas e aí permanecer, no entanto aconselhamos que o faça por telefone ou através do nosso site;
  • Proibição de presença em funerais de pessoas acima dos 70 anos ou com quaisquer tipo de doenças oncológicas, diabéticas, ou outras doenças crónicas suscetíveis de grande vulnerabilidade ao vírus.
  • A não permissão do transporte de acompanhantes nos carros funerários;
  • O atendimento presencial nas nossas instalações será efetuado com algumas restrições e precauções redobradas, pedindo desde já que seja feito no máximo por duas pessoas em simultâneo.
Relembram-se as medidas gerais de proteção individual de combate ao COVID- 19 da OMS:
  • medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e boca quando tossir ou espirrar, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo;
  • lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-Ias sempre que se assoar, espirrar, tossir, ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-Ias durante 20 segundos com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%;
  • evitar contacto próximo com pessoas que tenham doenças respiratórias e evitar tocar na cara com as mãos;
  • evitar partilhar objetos pessoais e comida em que tenha tocado;

Queremos garantir às famílias que estamos aqui para ajudá-las a cuidar de seus entes queridos e continuaremos a providenciar serviços funerários durante estes tempos incertos. Reconhecer uma vida perdida é um passo crítico na jornada do luto.

A Gerência